As Long As You Love Me - Capítulo 10 - Party

2





Dizem que ficar apaixonado é como estar no céu e no inferno ao mesmo tempo.



– Não. – mordi os lábios nervosa recebendo um olhar de reprova da mesma. – Mas vamos lá. – sorri sem mostrar os dentes. Barbarah piscou pra mim antes de ligar o carro e sair cantando pneu.

Chegamos a tal boate que Justin e (S/N) estavam, ela não era grande, era uma boate normal. Bem sofisticada e cheia de detalhes nas paredes. Nós ainda estávamos no carro mas já se ouvia de lá de dentro a batida de uma música eletrônica que eu não reconheci. Barbarah pegou sua pequena bolsa de lado abrindo a porta do carro e saindo do mesmo, fiz o mesmo e dei a volta a encontrando. Trocamos um sorriso e andamos até a porta da boate. Que dizer eu andei, a Barbarah desfilou exibindo seu vestido cinza meio colado e estampado. Adentramos na boate com os olhares se direcionando a nós. Barbarah sempre chamou atenção, mas ela nunca foi todo aquele paraíso, ela não tinha aquele corpão. Porém era mais bonita e mais magra que eu.

Afastei meus pensamentos e olhei para Barbarah que mantia os olhos em um ponto fixo. Segui seu olhar e vi nada mais nada menos que Justin e (S/N) se beijando no camarote. Senti um ponto de inveja, pois eu queria estar no lugar dela. Aposto que não foi só eu que senti inveja.

Agora os olhos de Barbarah estavam “metralhando” o casal que sorria felizes dançando conforme a música. As bochechas de Barbarah estava mais rosa que o normal praticamente vermelho, e eu fiquei com certo receio de vê-la daquele jeito, não era o tipo de sentimento certo que eu teria naquele ocasião mas, eu era a amiga dela então se rolasse treta eu teria que separar e isso meio que é vergonhoso e com certeza não é uma coisa legal. Fomos até um canto da boate, pois segundo Barbarah ela iria esperar (S/N) dar uma brecha e então ela iria subir até o camarote e começaria seu show. As luzes da boate praticamente me deixavam cega e faziam minha cabeça girar. Não, eu não estava acostumada a vir a esses lugares e a muito menos beber. Sempre vinha obrigada pela Barbarah.

– Não se esqueça, beba com moderação. Não preciso nem avisar a você Lah.

– Relaxa. Eu só estou bebendo por que você também está, assim como todos desse lugar. – Barbarah fez um sinal negativo com a cabeça rindo do que eu disse.

– Eu comecei a beber assim. – disse depois de um bom tempo, me fazendo olhar para ela. – Eu sempre o via bebendo e então experimentei achando que era bom. Doce ilusão. – um sorriso amargo tomou seus lábios. – Por isso meus pais nunca gostaram de Justin, por isso eles nunca o aceitaram. Justin é minha influência, então se ele faz coisas que na visão de alguns são erradas, mas que eu sinto vontade de fazer obvio que meu pai e nem minha mãe iriam aceitar. Mas eu sempre gostei de Justin, mesmo que nós sempre brigamos por algo. – a olhei surpresa tomando mais um gole da minha Tequila.

– Acho que agora você entende porque estou aqui. – sorriu para mim. – Eu não quero perdê-lo. – deu de ombros.

Olhei para os lados tentando retirar tudo o que Barbarah disse sobre Justin. Eu não acredito nisso, eu nunca vou acreditar e nem aceitar. Ela é tão rude com ele. Mesmo que tenha suportado as brigas com seus pais por causa dele, isto não significa que ela pode ser rude com ele e pode descontar nele. Porque, quando uma pessoa ama verdadeiramente a outra não é essa as atitudes que ela toma.

Senti sua mão quente tocar meu braço.

– (S/N) acaba de deixar Justin sozinho. Vou lá. – assenti e Barbarah desapareceu na multidão.

Justin POV

Ao som de Eminem (S/N) dançava colada a mim. Sua bunda rebolava em meu membro e eu estava adorando a sensação de ter seu corpo tão perto de mim. (S/N) se virou pra mim colando nossos lábios. A beijei como se o mundo fosse acabar. Até porque ia se ela descobrisse quem sou eu. O que eu faço.

– Vou até o banheiro.

– Ok. Não demora. – sorri para a mesma e dei um tapa em sua bunda quando ela se virou sorrindo para mim mesmo.

Dei um gole no meu copo que contia Smirnoff. Virei-me depois de um tempo em direção ao banheiro, pois (S/N) tava demorando pra caralho mas, fui puxado.

Barbarah POV

Esperei um tempo e depois peguei um pedaço de pau que encontrei fora da boate o colocando na porta do banheiro feminino onde a tal garota estava. Logo depois a empurrei e ela não abriu. Sorri comigo mesma. Fui meio que desesperada até onde Justin estava, até porque não podia perder tempo. Esbarrei com ele e o puxei.

– Justin! Meu amor quanto tempo. – o agarrei e o mesmo ficou sem reação me olhando com o cenho franzido.

– O que você está fazendo aqui Barbarah? – disse ainda “assustado” com minha presença.

– Assim como você, estou dançando, tomando uns drinks – sorri levantando meu copo – e me divertindo. É bom te ver outra vez. Hmm, já sei. Que tal tomarmos algo? Hahaha, já estamos. Mas podemos sentar e conversar um pouco. Que tal?

– Ah – Justin tentou argumentar, mas eu não deixei e já fui o empurrando até o sofá vermelho escuro que tinha ali.

– Barbarah para com isso, caralho... – sussurrou. Peguei dois copos do famoso drink Lagoa Azul. Voltei meu olhar a Justin e o mesmo estava olhando para minhas pernas que estavam bem à mostra. Escolhi o meu vestido mais curto e colado. Ele ia até no meio das minhas coxas. Cruzei minhas pernas e Justin desviou seu olhar de lá.

– Então, por onde começamos? – dei sua bebida e sorri.

Lana POV

Dei o último gole em minha bebida colocando o copo na mesa do bar. Peguei meu iPhone para ver a hora. 2h02. Caralho, já tinha se passado duas horas desde que chegamos aqui, e uma hora e meia que Barbarah foi tentar acabar com o namoro de Justin. Ri dos meus pensamentos, mas parei no mesmo instante que minha bexiga deu sinais. Se eu não corresse pro banheiro eu iria fazer xixi ali mesmo. Merda. Tentei correr mais foi totalmente falho a tentativa. Ri novamente eu estava muito engraçada andando daquele jeito. Com a mão esquerda eu pressionava minha vagina para não fazer o xixi e com a direita eu usava para empurrar a multidão.

Quando eu finalmente cheguei até a escada eu comecei a ficar desesperada mas não parei em nenhum momento. Cheguei até o andar de cima e passei correndo para o corredor sem olhar para o lado esquerdo que era o que Justin estava com (S/N) à horas atrás.

Parei na frente do banheiro feminino e tentei abrir a porta mais tinha algo que simplesmente não deixava. Forcei minha visão e vi um pedaço de madeira ali. O que diabos aquilo estava fazendo ali? Revirei os olhos e o tirei daqui jogando o mesmo no chão e entrando agora correndo mesmo para dentro. Eu precisava fazer xixi logo.

(S/N) POV

Fiz minha higiene e depois retoquei meu batom laranja no espelho do banheiro feminino. Até que era bem higiênico para o banheiro de uma boate. Tentei abrir a porta, mas ela não abria. Comecei a ficar desesperada. Peguei meu iPhone e tentei ligar várias vezes para Justin mas ele não atendia. Tentei mais vezes abrir aquela merda, bati, gritei socorro mas foi tudo em vão. Quando minha garganta doía e já não sentia minhas pernas me sentei no chão esperando uma alma vir me salvar ou até mesmo Justin.

Olhei mais uma vez para meu iPhone para ver se Justin tinha visto minhas ligações mas nada. Fazia mais de uma hora e meia que eu estava dentro daquele lixo e o mais impressionante é que ninguém veio no banheiro, ninguém! Achei mais ainda pelo fato de que Justin nem atendeu minhas ligações. Caralho, que merda.

Ouvi um barulho na porta e me levantei imediatamente querendo ver o meu Justin entrando por aquela porta mas, se eu não estivesse puta de raiva eu até iria rir daquela cena. Aquela garota loira da escola entrou rapidamente indo até a cabine fazer sabe se lá o que. Eu até pensei que ela iria vomitar ou sei lá. Mas mudei de idéia quando ouvi o barulho de xixi. Sai que nem um furacão daquele banheiro e quando cheguei onde estava com Justin não acreditei no que eu estava vendo. Aquilo só podia ser um pesadelo.



MICHELLE OBAMA
PURSE ALL HEAVY GETTIN OPRAH DOLLARS
BO$$

CAPÍTULO BEM CAPRICHADO PRA VOCÊS DE MAIS DE MIL PALAVRAS COM VÁRIOS POV <33
Desculpa qualquer erro.

ENTÃO POVOS E POVAS, ESPERO QUE ESTEJAM GOSTANDO MESMO DE AS LONG AS YOU LOVE ME SAHUSAHUSAH, vocês nem esperam por o que vem por ai q
TRETAS A VISTA, MUITAS TRETAS

*Avisando que a Barbarah é a Selena Gomez tá gente.*

E OUTRO AVISINHO CHATO PAKAASSSS
(S/N) agora não vai ser mais Avril Lavigne e sim a Chanel Celaya. Sei que é chato trocar assim mas, foi preciso ;) então espero que não me odeiem nem nada disso please sauhsauhsa <3
Já troquei os gifs dos outros capítulos e tudo mais, podem ver nos outros capítulos, por isso demorei pra postar.
AHHHHHHHHHHHHH
E VOCÊS VIRAM A CAPRICHO DE DEZEMBRO? SOCORR, TO IN LOVE COM O PÔSTER DO JUSTIN E DO IAN (só comprei por causa do pôster do Justin u.u) A CAPRICHO ARRASOU MAIS UMA VEZ <3

Enfim, caso vocês queiram conversar comigo to sempre lá no meu twitter, sigo de volta as Belieber e crlh a quatro. Até o próximo capítulo BEIJOOOOSSS <33 e como falta 3 dias pro natal e não sei se eu vou voltar antes, FELIZ NATAL MINHAS GOSTOSAS E UM ÓTIMO ANO NOVO <3333333

tt: @SraBiebsMari
ask: ask.fm/MarielleOliveira20013
meu polyvore muito lindo: maahbelieber14.polyvore.com/

Continua?

Vestido da Barbarah: http://1.bp.blogspot.com/-5yZcVMwnGxM/T_DEp6EAB_I/AAAAAAAAAJo/B6TKHJ_6oXQ/s1600/tumblr_lu2z3ySF6n1qiuu3uo1_500.png

Seu look heuheuhueheuhe (ficou divo, eu sei): www.polyvore.com/cgi/set?id=143862099

2 comentários:

  1. Posta logooooooooooooo Pleaseeee eu amo sua ib e vc paro posta a criminal continua

    ResponderExcluir
  2. Continua Please sua Criminal é perfeita

    ResponderExcluir